Abertura da copa também é o dia internacional contra o trabalho infantil

Dia Internacional contra o Trabalho Infantil, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2014

Nesta quinta-feira (12), além da abertura da Copa do Mundo, também é importante lembrar do Dia Internacional contra o Trabalho Infantil. A Organização Internacional do Trabalho (OIT) aproveita a data para lançar mundialmente mais uma edição da campanha “Cartão vermelho para o trabalho infantil”. Vale lembrar, que entre as muitas críticas ao megaevento da FIFA, está o possível aumento da exploração e do trabalho infantil.

Segundo a OIT, cerca de 168 milhões de crianças são vítimas deste problema no mundo. São meninos e meninas sem o direito a uma vida de criança, que são impedidos de crescerem em um ambiente onde recebam carinho, educação e, mais importante, passando para a fase adulta da vida no momento certo. A campanha convoca todas as pessoas a lutarem pelos direitos destas crianças.

De acordo com o Programa Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil (IPEC), da OIT, mais da metade das crianças vítimas da exploração do trabalho infantil são muito jovens para qualquer tipo de trabalho, o que coloca em risco sua integridade física. Além disso, cerca de 85 milhões de jovens entre cinco e 17 anos trabalham em locais que põem em risco suas vidas, como é o caso de fábricas e minas. Outras mais de 5 milhões de crianças são vítimas da escravidão moderna, sendo recrutadas contra sua vontade como soldados de exércitos governamentais ou em milícias.

Fonte Pulsar/Adital

Pelo fim do salário vitalício dos ex-governadores catarinenses

Bandeira de Santa Catarina, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota,

Contra o salário vitalício dos ex-governadores em Santa Catarina e PELO JULGAMENTO DE ADIN NO STF.

O povo de Santa Catarina paga aos ex-governadores um salário vitalício mensal de R$ 28 mil por mês. Qualquer político que assumir o governo em definitivo, mesmo que por apenas alguns dias, recebe o benefício por toda a vida.

Clique aqui pra assinar

O deputado estadual Padre Pedro Baldissera apresentou em 2006 duas ações populares no Tribunal de Justiça e um projeto de lei, solicitando o fim do pagamento. Mas isso não foi suficiente. Por isso queremos apoiar uma luta maior, no Supremo Tribunal Federal (STF), onde duas ações acabam com esta benesse: uma Reclamação (Rcl 5365) apresentada pelo mesmo deputado em 2007 e uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 3861) proposta pelo Ministério Público Federal (MPF).

O deputado catarinense já abriu mão da reclamação em nome da ADI e por isso queremos o apoio do maior número possível de pessoas para pressionar o STF pela votação da ADI apresentada pelo MPF. Os cidadãos que subscrevem a petição solicitam ao Excelentíssimo senhor Ministro Presidente do STF, que julgue imediatamente a ADI 3861, que já está pronta para ser votada.

Acompanhe no link abaixo a ADIN que acaba com o salário vitalício dos ex-governadores em Santa Catarina: http://bit.ly/1qxlEHX

Eu assine e apoio a iniciativa. 28 mil por mês pra não fazer nada, é muita grana!