Quem matou e quem mandou matar Marielle? As investigações devem continuar!


Quem matou e quem mandou matar Marielle

Anistia Internacional, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツFaz um ano que falamos sobre ela todos os meses. Falamos intensamente porque o assassinato de uma defensora de direitos humanos com tamanha visibilidade é uma tentativa de silenciar e amedrontar todos aqueles que também lutam e defendem nossos direitos. Falamos sem parar porque quando mais tempo passa, menores são as chances de elucidação do crime. Falamos tanto que conseguimos que o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, se comprometesse publicamente em continuar as investigações do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes. A INVESTIGAÇÃO TEM QUE CONTINUAR.

Somos muitos – foram mais de 800 mil assinaturas em mais de 45 países! Mas nossa voz só tem poder quando está junto com a sua. Por isso, queremos que você se junte a essa mobilização. Vamos mostrar ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e também ao Procurador Geral do Estado do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem, que nós seguiremos acompanhando o caso e mobilizando pessoas até que tenhamos as respostas: quem mandou matar Marielle Franco? E por que?

Há mais ou menos um mês atrás, no dia 12 de março, duas pessoas foram presas e acusadas de terem participado do assassinato de Marielle e Anderson. No dia seguinte, 13 de março, representantes da Anistia Internacional e familiares de Marielle Franco se reuniram com o Governador do Estado do Rio de Janeiro Wilson Witzel e o Procurador Geral do Ministério Público do Rio de Janeiro Eduardo Gussem. Eles se comprometeram a garantir que as investigações irão seguir até que todos os envolvidos, inclusive os autores intelectuais, sejam identificados.

A prisão de duas pessoas suspeitas de serem os assassinos de Marielle Franco e Anderson Gomes foi um passo importante e eles devem ser levados à justiça em um julgamento justo. Mas as investigações não podem parar até que se saiba quem são todos os envolvidos no assassinato, incluindo os autores intelectuais.

Quer fazer mais? Compartilhe em suas redes sociais o link da petição e convide sua rede a se mobilizar pelo caso!

Anistia Internacional

Deixe seu comentário aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s