Aos poucos as sujeiras vão aparecendo… primeiro foi um helicóptero, agora um aeroporto

Aecio Neves na berlinda. Aos poucos as sujeiras vão aparecendo... primeiro foi um helicóptero, agora um aeroporto, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2014, Newsletter, Feed

Aécio Neves parece ter predileção por escândalos aéreos. Depois do helicóptero apreendido com meia tonelada de cocaína, agora se descobre que o então governador construiu com verbas públicas um aeroporto de 14 milhões na fazenda particular de seu tio Mucio Tolentino. Para pousar no aeroporto particular/pago pelo povo é preciso autorização do tio, que tem a chave. Aécio usa o aeroporto constantemente para chegar a seu refúgio particular, a Fazenda da Mata, que coincidentemente fica a 6 km do local. Há algum exemplo mais claro sobre confundir o público com o privado? A maracutaia foi descoberta pelo repórter Lucas Ferraz e está na capa da Folha.

Você pode conferir a reportagem na Folha por esse link: http://bit.ly/1wN3SSu. Caso não tenha cadastro na Folha, leia no Brasil 247 http://bit.ly/1wN4E1S.

😀

A revolta dos Yellow Blocs

 A Copa do Mundo vista do camarote VIP

Como é a Copa do Mundo para os reis do camarote? O que a elite mais instruída do país está achando do mundial? O que eles comem? Vestem? Pensam? Como é a vida dentro deste aquário VIP, verde e amarelo. Mas como fede mesmo essa gente… Cazuza tinha razão, pois ele conviveu nesse meio. Embora ainda desconfio que essas pessoas são atores e fizeram esse vídeo só pra causar! Assista ao vídeo e depois vomite comigo. Leia o que foi publicado na página podre do PiG Folha de São Paulo do coro anti-Dilma na abertura da Copa do Mundo 204 que rechiaram as festas dos Yellow Blocs.

 

A guerra da mídia contra o “mais médicos”

206 médicos cubanos que atuarão na primeira etapa do programa Mais Médicos por meio de acordo entre o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) chegam ao Brasil.  Foto: Karina Zambrana - ASCOM/MS

A denúncia da médica Junice Maria Moreira, estampada na 1ª página da ‘Folha‘, da 6ª feira, foi só o primeiro fruto da colheita sôfrega, com a qual a mídia conservadora busca ansiosamente virar o jogo do ‘Mais Médicos’: ‘Disseram que eu tinha que dar lugar a um cubano’, disparou a doutora demitida pela prefeitura de Sapeaçu (BA). O programa, combatido com a beligerância habitual dedicada a tudo que afronte a irrelevância incremental do neoliberalismo, caiu na simpatia popular. É forçoso desmonta-lo. E a isso se oferecia o grito anti-cubano da doutora Junice. O fruto suculento vendido pela  ‘Folha’ no café da manhã ancorava-se em dupla farsa. A primeira: omite que o programa veta a substituição de médicos contratados, pelos visitantes. A segunda: alguns cliques no Google evidenciariam que a ‘grave denúncia’ era só mais uma baga podre do jornalismo que já cometeu falsificações toscas, com intenções sabidas, em outros momentos sensíveis. Basta acessar o serviço CNESNet da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde. Foi o que fez o professor André Borges Lopes. Associado ao nome da doutora Junice  surgem quatro vínculos empregatícios ativos. Dois deles de 40 horas no Saúde da Família. Outros dois de 24 horas cada como médico clínico. Total: 128 horas semanais, improváveis 18 horas e meia por dia, de segunda a segunda. Com um detalhe: os vínculos públicos são com prefeituras de três cidades diferentes do interior baiano (Murici, Queimadas e  Jiquiriçá). Segundo o Google Maps, distantes 357 km entre si, 4h40 de viagem.Pergunta: por que o diligente jornalismo da casa Frias não providenciou esses esclarecimentos, antes de disparar a exclamativa manchete da 6ª feira? Resposta: pelo mesmo motivo que publicou uma ficha falsa da Dilma em 2009.

O texto foi extraído da newslatter do Carta Maior recebido diariamente em meu e-mail. A foto foi extraída do Flickr do Ministério da Saúde onde 206 médicos cubanos que atuarão na primeira etapa do programa Mais Médicos por meio de acordo entre o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) chegam ao Brasil. Foto: Karina Zambrana – ASCOM/MS. Saiba mais no Blog da Saúde: bit.ly/12yIy82.

A opinião de PC Siqueira e Diego Quinteiro sobre um assunto bem importante

Pra você que não quer ser apenas mais um “brasileiro feliz” na rua, assista esse vídeo, uma analise detalhada do contexto conjuntural em que o país passa no momento. Muito bom!

Às vezes parece que a chance de haver um golpe no estilo de 1964 pode estar por acontecer. Mas um golpe de quem pra quem? Isso eu não sei responder! Como diria Cazuza: “Eu vejo o futuro repetir o passado…”. Espero que não.

Eu sou político, militante de uma agremiação partidária, de esquerda e apoio o governo federal, mas estou começando a rever meus conceitos. Está muito difícil pro país e mesmo que seja um garoto politizado, tenho bandeiras por defender, mas continuar a promover as colunas do executivo federal, está meio difícil. Se está complicado pro governo, não quero aqui nem pensar no que se passa nas entrelinhas do poder legislativo, o verdadeiro curral da corrupção.

Vale a pena perder alguns minutos por este vídeo!

Posse de novos prefeitos muda constelação partidária no Brasil

A posse dos novos prefeitos por todo o Brasil na semana passada trouxe um novo alinhamento ao sistema político-partidário nacional. O videográfico abaixo mostra como ficou a nova configuração após as eleições de outubro de 2012. Os números mostram que o PT, que até 2008 era o segundo com o maior eleitorado, conquistou a prefeitura de São Paulo e agora é o maior planeta partidário, com 27,6 milhões de eleitores.

Votação da audiência sobre censura da Folha será nesta quarta

Deputado Paulo Pimenta propôs audiência pública para debater caso de censura ao site de paródia fAlha de S. Paulo, processado pelo jornal.

Será amanhã (quarta-feira, 31/08) a votação que pode garantir a realização da audiência pública sobre a censura da Folha ao blog Falha de S.Paulo. Não será fácil a aprovação: a Falha apurou que o jornal faz lobby junto a parlamentares pela não-aprovação, e estará amanhã presente na votação (extra-oficialmente e sem se identificar). Então, toda ajuda é pouca! Por favor, ajude-nos a divulgar a votação de amanhã! Se você for de Brasília e tiver como, por gentileza compareça à votação. O gabinete do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), que fez o requerimento, tem todas as informações e pode ajudar a todos os blogueiros e jornalistas interessados em acompanhar.

Entenda o caso

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) propôs na Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados (da qual faz parte) a realização de uma audiência pública para debater o que ele chamou de “silêncio da mídia no caso de censura imposta pelo Jornal Folha de São Paulo ao site Falha de S. Paulo”. Pimenta apresentou o requerimento aos demais deputados da comissão e aguarda agora sua avaliação para que, em caso de aprovação, se marque uma data e seja feito os convites para os debatedores. Do lado da Falha o deputado propõe convidar os dois irmãos criadores do site, Lino e Mario Ito Bocchini. Do lado da Folha, ele quer chamar para debater a censura em Brasília Otávio Frias Filho Otávio Frias Filho (dono da Folha ao lado de seu irmão Luís), Sérgio Dávila (diretor de redação do jornal), Taís Gasparian (advogada que criou e assina a peça de censura) e Vinicius Mota (Secretário de Redação da Folha. A íntegra do documento, no site do Congresso, pode ser conferida aqui (uma vez na página, clique em “inteiro teor”). Saiba mais.