Pastor Silas denuncia perseguição religiosa e política do Governo

Isso me deixa envergonhado. Nós cristão sabemos que esse mundo não nos pertence e ele jás do maligno. Aprendi nesse pouco tempo de caminhada cristã, não devemos tocar no anjo da igreja do Nosso Senhor. Não somos nós quem devemos julgar, mas estamos a cargo da Lei do homem e as devemos respeitá-la. Diante do anunciado, Pastor Silas Mafaia usou seu programa na tevê aberta neste final de semana (19/7) e denunciou sua perseguição do governo com as organizações em que o servo de Deus administra. Sei que isso existe, não somente por parte do PT, mas de todos que estão na direção do governo, isso sem contar dos gestores municipais e vereadores. Sou membro da Associação Vitória em Cristo e contribuo mensalmente com a obra do Nosso Senhor e acredito neste trabalho. Assista ao vídeo que foi publicado no portal da Verdade Gospel. PT, não faça isso com a igreja do Nosso Senhor, isso é muito feio.Deus está conosco!

😀

Pastor Silas Malafai condena o xingamento a Dilma

Silas Malafaia, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2014

Durante a festa de abertura da Copa do Mundo o público presente na Arena Corinthians, em São Paulo, iniciou um coro com xingamentos e insultos a presidente Dilma Rousseff , que estava presente nas tribunas. No momento em que a cerimônia começou, o estádio estava com milhares de assentos vazios, com longas filas nos bares e restaurantes, e com queixas de torcedores que diziam ter dificuldade para encontrar suas cadeiras, a festa teve um início morno.

Pastor Silas comentou:

pastor-silas-malafaia

Não posso em hipótese alguma concordar com nenhum tipo de excesso. Não aceito que a figura de uma presidente da república seja enxovalhada do jeito que a torcida fez. Precisamos entender que tudo tem um limite. A questão é que a Dilma está revestida do mais alta cargo da nação que é o de presidente da república.  Não é simplesmente xingar uma pessoa, e sim menosprezar o mais alta cargo que nos representa. Fazer manifestações contra os gastos bilionários da copa do mundo, realizar manifestações contra a corrupção do governo, são questões de direitos de cidadania, mas como disse ainda pouco, tudo tem um limite.  Como não podemos aceitar quebra-quebra, também não podemos aceitar que a figura da presidente da república seja ofendida no nível que foi no jogo de abertura da copa do mundo.  Mil vezes não!  Isto não é coisa de gente que quer ter direitos e participar de um estado democrático pleno.